domingo, 25 de dezembro de 2011

Como identificar um manipulador*

Um estudo realizado pela terapeuta e especialista em programação neurolingüística, Isabelle Nazare-Aga, revela que as características de manipuladores do sexo masculino e feminino são as mesmas. Segundo a terapeuta, só o tempo e a convivência permitem reconhecer o típico manipulador.

O estudo revela que "com algumas exceções, o manipulador não tem consciência de suas atividades devastadoras. O egocentrismo do manipulador é tão forte que o torna incapaz de perceber o que os outros sentem". "Aqueles que são conscientes e não querem mudar, beiram a perversidade", diz a terapeuta.

Uma das principais características do manipulador é só se interessar por si mesmo. Qualquer que seja o assunto, interrompe assim que possível para contar uma passagem que tenha acontecido com ele.

Se não dominar o tema da conversa, não dá atenção ao que está sendo dito e, em poucos minutos, desvia o assunto e procura uma forma de atrair os olhares para si.

Comportamento comum dos manipuladores de ambos os sexos:

Não faz promessas porque não gosta de se comprometer. Sua frase preferida é: "você não confia em mim?"

Não pede desculpas quando não cumpre o que diz ou falha nos compromissos feitos. Em vez disso tem excelentes pretextos para se explicar. Detesta ter que admitir que errou.

Não considera as necessidades da outra pessoa. Ao contrário, impõe a sua vontade com mais ou menos sutileza. Quando usa a máscara do altruísmo, fingindo poreocupar-se com os outros, geralmente mostra-se ofendido se alguém o censura por sua desconsideração.

É inflexível e só muda de opinão para concordar com alguém se tiver algum interesse nisso. O que, geralmente, só é descoberto meses depois.

É capaz de se apropriar de idéias, desejos e opiniões alheias, colhendo para si o mérito que não lhe pertence.

Impõe sua presença e adora se intrometer na vida particular das pessoas que lhe são próximas. Mas faz isso sempre com o pretexto de querer ajudar.

Não consegue deixar de dizer coisas que provocam mal-estar nas pessoas ao redor.

Muitas vezes transmite a idéia de que se sacrifica por alguém ou alguma causa, mas é puro marketing.

Usa a chantagem emocional para conseguir controlar os outros, ou então faz com que as pessoas sintam-se diminuídas e acuadas, fragilizando-as.

______________________

*Fernanda Dannemann



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários que não contiverem ofensas e termos inadequados serão autorizados.

Postar um comentário